sábado, abril 28, 2007

Ainda dentro do tema futebol

Amanhã, às 20 horas, vai-se disputar o jogo do ano. Infelizmente não vamos ter chances. Penso até que, projectando o futuro, talvez fosse bom sermos sovados. Possivelmente para o ano deixava de ver um tipo no banco com a gravata sempre demasiado apertada. Como diria o inefável Mário Jardel "derby é derby e vice-versa", mas os dados são claros:

- O Sportem é a melhor defesa da Europa;
- Não perdeu ainda um jogo fora de casa esta temporada;
- Não sofre um golo há 6 ou 7 jogos;
- Tem vencido convincentemente os seus últimos desafios;
- O Benfica não ganha a ninguém (nos últimos jogos soma 1 vitória, uma catrefada de empates e uma derrota)

De moldes que não vejo forma de evitarmos um claro 0-3...
Carlos Queiroz vê a vida a andar para trás

"Paulo Bento pode vir a ser o Alex Ferguson português", afirma Filipe Soares Franco.

domingo, abril 22, 2007

É pá, mas está tudo doido?

Então eu ontem nem dei por conta que o Glorioso tinha jogado? E preferi estar a ver um jogo dos 1/16 avos de final do Campeonato do Mundo de Snooker? E ainda por cima fizémos um mau resultado? Com mais um festival de mal-assoprar desse grande especialista da arte de inventar grandes penalidades a favor dos grandes, o grande, o enorme, o acusado no processo Apito Dourado, Paulo Baptista?

sexta-feira, abril 20, 2007

Agenda de Afonso Viriato - Oberfüerher da IV Divisão da Brigada Nacionalista Popular

Segunda-feira, 23 de Abril:
10:00-12:00 - Aulas no Instituto Goethe;
15:00-18:00 - Reunião do Secretariado Nacional do Partido para debater acções políticas;
18:30-20:00 - Workshop de escrita e simbologia gótica no Instituto Goebbels;
20:00 - Jantar com a avó Matilde na Damaia;
21:00 - Contacto com outros partidos amigos, via Internet;

Terça-feira, 24 de Abril:
10:00-11:00 - Curso de tatuagem nacionalista em Alcântara, dado por mestre Fritz Leibnitz;
12:00 - Fazer uma tatuagem com o símbolo das SS no pescoço (entre a cruz gamada e os dois pretos enforcados;
13:00 - Tempo livre para actividades comunitárias. Meia hora junto a uma passadeira na Av. da Liberdade a auxiliar pensionistas a atravessar a grande artéria da capital;
15:00-18:00 - Leitura acompanhada do "Mein Kampf" na Sala Goering da sede do Partido;
18:00-19:00 - Visionamento de variados documentários da autoria da famosa cineasta Leni Riefenstahl;
19:30 - Jantar-convívio para celebração do 75º aniversário da "Kristalnacht";

Quarta-feira, 25 de Abril:
11:00-13:00 - Manifestação em Lisboa contra manifestações de comemoração do vinte cinco do quatro;
15:00-19:00 - Recolha de assinaturas com vista a abertura de museu António de Oliveira Salazar, em Santa Comba Dão;
19:00-20:00 - Entrada em blogues e sites relacionados com partidos de esquerda, que permitam comentários;
23:00 - Concerto da banda "Orgulho Branco", na Sociedade Musical Ariana da Cova da Piedade, seguida de comício com a presença do Secretário Geral do partido irmão da Palestina;

Quinta-feira, 26 de Abril:
10:00-13:00 - Participação no seminário subordinado ao tema: "Adolf Hitler - a vida e a obra. Deturpações e a mentira da História", na Rua dos Libertadores, nº 143, sub-cave direita, em Santarém;
14:30-15:30 - Simulação de técnicas avançadas de espancamento de imigrantes, tortura de pessoas de etnias/religiões inferiores;
16:00-17:00 - Leitura do semanário "O Trabalho liberta";

Sexta-feira, 27 de Abril:
09:00-11:00 - Aulas no Instituto Goethe
11:15-13:00 - Carreira de tiro no Clube de Tiro para Brancos de Marmelete com variados tipos de armamento. Aula desta semana - o zagalote;
15:00-16:00 - Actualização do blogue "Ariano do Sul: diferentes formas de ser europeu";
17:00 - Tempo livre para actividades junto de claque de um reputado clube lisboeta. Tarefa de hoje: bordar o símbolo do clube numa gigantesca bandeira que vai ser estreada no derby da capital;
19:00-20:00 - Jogo da sueca numa tasca junto de sua casa e posterior jantar em casa dos seus progenitores;
22:00 - Sair com os amigos (nunca menos de 20) à noite, para caçar pretos e ciganos

Sábado, 28 de Abril:
11:30-11:45 - Rapar o cabelo;
13:30-14:30 - Ir à Portela insultar os estrangeiros que cheguem a Portugal;
16:00-17:00 - Preencher formulário de candidatura para emprego na EMEL;
20:00-23:30 - Assistir à gravação de um programa na RTP com o objectivo de apanhar os seus autores à saída dos estúdios e ensinar-lhes a não gozar com os cartazes do partido;

Domingo, 29 de Abril:
10:00-12:30 - Carreira de tiro, no Clube Recreativo Pantufas e Dominó, em Mirasintra Norte;
14:00-15:00 - Ir ao barracão nos arredores da Pontinha para alimentar e espancar autores de programa da RTP;
15:00-17:00 - Assistir ao jogo de futebol de juvenis entre o Atlético e o Odivelas, chamar pretos aos jogadores do Odivelas e tentar arranjar porrada com os seus adeptos;

Tarefas diárias:
- ao acordar, cantar duas vezes a Portuguesa, seguida do Hino da Mocidade Portuguesa;
- à tarde, limpar a colecção de armas;
- antes de dormir, leitura do Mein Kampf, anotado e comentado por José Pinto-Coelho.

quinta-feira, abril 19, 2007

Vidas*...

- A vida é uma merda, pá!

- O que me dava jeito agora era um 2º prémio do Euromilhões. Nem era preciso o primeiro, só o segundo já dava jeito...

- Então e o nosso Benfica, hein?

- Onde é que eu acertei? Onde?

- E agora, que raio pode um tipo fazer daqui para a frente?

- Perfeito, perfeito, era agora mudar para um outro emprego que me pagasse bem e me desse um grande gozo... Mas quem é que vai querer um pensionista de meia-idade, mal disposto, mal humorado, que pouco ou nada sabe fazer?

- Merda! Já tinha dito que isto é uma merda?

- O desBlogueador vai amanhã dar uma conferência de imprensa, às 11:30, em que vai desvendar novidades bombásticas sobre... José Apolinário! E quem é José Apolinário? É o senhor aqui da farmácia ao lado, que parece que fez uma puxada de electricidade ilegal, ali para um barracão, que tem num terreno onde planta hortaliças.

- 'Ca granda' porra pá!

- As pessoas cansam tanto, por vezes.

*ou algumas grandes máximas e devaneios, que fariam inveja ao sr LaPalisse, que um tipo se lembra em certos e determinados momentos.
Curta, verde e iztúpida!

- Então querido, o teu clube já ganhou o jogo para ir à final lá para o meio da mata?
- Já 'mor!

segunda-feira, abril 16, 2007

A Playstation 3 e a época natalícia



Eu sei que já lá vão séculos que não escrevo nada por aqui mas, e pedindo antecipadamente desculpa, tinha que tirar este 'peso' da cabeça:

- Sabem porque é que a Playstation 3 devia ter sido lançada no Natal?
- Porque tem leitor de Bolo-Ray...

P.S: As minhas desculpas novamente!
Portugal na mira do spam inteligente (e licenciado)

Pode parecer coincidência, mas acho que nos dias que correm, receber uma mensagem de spam deste tipo tem que ser algo mais do que isso!



E o mais curioso é que o site...existe mesmo! A ver pelas últimas notícias, imagino que, das tais "millions of people" de que se fala, muitos virão de endereços de e-mail a acabar em .pt.

Por alguma razão, até o spam já sabe ao que vem, quando chega a terras lusitanas!

quarta-feira, abril 11, 2007

Hoje, na RTP1



"Look into my eyes, look into my eyes, the eyes, the eyes, not around the eyes, don't look around the eyes, look into my eyes. You're under!"
Liberdade e Portugal (1):

O "Público" foi condenado a pagar 75 mil euros pelo Supremo Tribunal de Justiça por publicar uma notícia verdadeira sobre uma dívida fiscal do Sporting Clube de Portugal. No argumentário, o qual se recomenda a leitura, vêm à tona esta frase muito particular:

"(...) 5. Ofende ilícita e culposamente o crédito e bom-nome do clube de futebol, que disputa a liderança da primeira liga, sujeitando os seus autores a indemnização por danos não patrimoniais (...)"

Ao pé disto, a licenciatura em Eng. Civil do Primeiro-Ministro é uma brincadeira de crianças. Isto é censura, com todas as letras. Se se condenasse o "Público" por violação do Segredo de Justiça, se calhar até era aceitável, mas não tenho conhecimentos para defender isso em concreto. Mas uma data de juízes ver na publicação de uma notícia verdadeira uma ofensa ao bom-nome de uma pessoa colectiva (desde quando é que as empresas têm bom-nome ou moral é também uma questão curiosa) é uma afronta às pessoas que amam a liberdade. Não tenho 75 mil euros, por isso me reservo ao direito de guardar para mim os insultos que estes doutos senhores mereciam. Fica só uma dúvida: Se fosse o Aves ou o Setúbal o alvo da notícia, isto já não era ofensivo? Bem vistas as coisas, esses não lutam pela liderança da primeira liga...

De facto em Portugal a Liberdade é uma coisa muito pequenina que se têm de defender cada vez mais com unhas e dentes...

PS: Também publicado ali, onde volto para posts mais pessoais e transmissíveis que não são publicáveis num blog colectivo.

segunda-feira, abril 09, 2007

Mortes iztúpidas - parte 6 de 6

Morre, estúpido, morre...6

5. Morte por imitação
Yooket Paen, uma idosa tailandesa, passeava pela sua quinta quando escorregou numa bosta de vaca, agarrando-se a um cabo eléctrico e morrendo electrocutada. Pouco tempo após o funeral de Paen, a sua irmã mais nova, Yooket Pan, mostrava aos vizinhos o que tinha acontecido quando escorregou ela própria, agarrando-se ao mesmo cabo, acabando por falecer exactamente da mesma maneira!

4. Ovinos assassinos
Em 1999, a sexagenária inglesa Betty Stobbs transportava feno na sua motorizada, para alimentar as suas ovelhas, quando os famintos animais se precipitaram sobre o veículo empurrando Betty do alto de uma pedreira com cerca de 30 metros de altura. Mesmo tendo sobrevivido à queda, Stobbs acabou por falecer... quando a sua mota lhe caiu em cima, igualmente empurrada pelos simpáticos animais.

3. Colar-bomba fatal
Em Agosto de 2003, um funcionário de entregas de uma pizzaria, Brian Wells (pelo menos aparentemente) tentou assaltar um banco usando uma caçadeira modificada, disfarçada de muleta. Após ser apanhado pela polícia, Wells disse que tinha sido forçado a assaltar o banco por três outras pessoas, que o tinham apanhado enquanto este lhes levava comida a casa, tendo estas amarrado um colar ao seu pescoço, contendo um aparelho explosivo. De facto, e antes que a polícia conseguisse a desactivar, e após Wells avisar de que isso ia acontecer, a bomba explodiu, ficando-se na dúvida se Wells teria sido uma vítima, cúmplice ou autor do roubo.

2. Raia mortal
Steve Irwin, famoso “caçador de crocodilos” e personalidade da televisão australiana, morreu após ter sido atingido no coração por uma picada de uma raia, enquanto filmava um documentário intitulado “Os mais mortais do oceano”.

1. Estante fatídica
Duas semanas depois de ter sido declarada como desaparecida pela sua família, Mariesa Weber foi encontrada no seu quarto, presa atrás de uma estante de livros, de cabeça para baixo, enquanto a família e a polícia a procuravam por supostamente ter sido raptada. A sua mãe dormia há 11 dias na mesma casa e não deu por nada.

Parte 1:
Mortes iztúpidas - parte 1 de 6...aqui!
Parte 2:
Morre, estúpido, morre...2
Parte 3:
Morre, estúpido, morre...2
Parte 4:
Morre, estúpido, morre...2
Parte 5:
Morre, estúpido, morre...2

sábado, abril 07, 2007

E agora para um pouco de xenofobia

É pá, mas ainda há malta em Espanha que não tenha cá vindo na Páscoa?
Erh...

(07:40)
- zzzzzzzzzzzzzzzzzzzz... Ronc... zzzzzzzzzzzzz.... Ronc....zzzz
- Ó pai!
- zzz... Hein? Sim filho, diz lá.
- Ó pai, então e de onde é que a avó Luísa nasceu?

quarta-feira, abril 04, 2007

Até arranjar um "títalo" é complicado

Apetece mesmo dizer algo, mas por mais que me esforce não sai nada, a não ser um gigantesco e já clássico : "Quê?!"

"Keith Richards admite ter feito uma linha e snifado as cinzas do pai"
TGV drapeau blanc 2007

Foi ontem batido, numa viagem entre Paris e Estrasburgo, o recorde de velocidade de um combóio europeu, na nova Linha de Alta Velocidade do Leste de França. O novo modelo de TGV atingiu a fabulosa velocidade de 574,8 km/h, ultrapassando largamente o anterior recorde de "apenas" 515 km/h.
O presidente da Rede Férrea de França, Eng. Jacques Rendrevite, exemplificou as potencialidades deste este novo aparelho, denominado 'drapeau blanc 2007', afirmando ser agora possível cumprir os 877 km que separam as cidades de Paris e Berlim em pouco mais de hora e meia, tornando muito mais rápida uma futura rendição.

terça-feira, abril 03, 2007

Mortes iztúpidas - parte 5 de 6

Morre, estúpido, morre...4

10. Carica assassina
Tennessee Williams, um dos mais notáveis dramaturgos norte-americanos, autor de peças como 'Um eléctrico chamado desejo' ou 'Gata em telhado de zinco quente', levou à cena o seu último acto em 1983, quando faleceu devido a ter engolido a carica de uma garrafa no seu quarto de hotel. E sim, tinha estado a beber e a consumir drogas.

9. Ironia afogada
Em 1985, Jerome Moody, convidado numa festa que tinha como objectivo celebrar o primeiro ano sem mortes por afogamento desde a criação do serviço de socorro a náufragos de Nova Orleães, acabou por morrer...afogado, numa piscina, com quatro salva-vidas de serviço e mais de 100 salva-vidas presentes na festa!

8. Morrer de pé como os comediantes
Dick Shawn, actuava em palco brincando com os políticos que repetiam os clichés habituais de campanha como "Eu não me vou deitar no serviço"...e dito isto deitou-se no chão com a cara virada para o chão, fazendo com que a audiência pensasse tratar-se de parte do seu número, até que começaram a estranhar que ele não se levantasse. Algum tempo depois, verificaram-lhe o pulso e declararam-no morto.

7. Sombrinhas assassinas
Em 1991, Lori Rae Keevil-Mathews resolveu visitar o centro "artístico" californiano montado pelo par de "artistas" conceptuais Christo and Jeanne-Claude, que tinha resolvido instalar centenas de sombrinhas gigantes (6 metros de altura por 8,7 metros de diâmetro) na Califórnia e no Japão. Uma rajada de vento repentina retirou uma das sombrinhas de 200 Kg do seu local, esmagando a pobre visitante de encontro a uma rocha. Apesar de ter sido ordenada a desmontagem imediata das sombrinhas, no Japão estas ainda provocaram a morte de um operador de grua, após este ter tocado com o braço da sua máquina numa linha de alta tensão, enquanto as desmontava.

6. Morto à barrigada
Mal "King Kong" Kirk, um lutador de wrestling inglês, foi literalmente morto à barrigada pelo seu rival Shirley "Big Daddy" Crabtree (nada a ver com o polícia franco-inglês de Allo Allo), após vários movimentos "Belly-Splash" que levaram à paragem cardíaca do pobre Kirk. Apesar de se ter provado que este sofria de um grave problema de coração, Crabtree acabou por abandonar a sua carreira no seguimento deste incidente.

Parte 1:
Mortes iztúpidas - parte 1 de 6...aqui!
Parte 2:
Morre, estúpido, morre...2
Parte 3:
Morre, estúpido, morre...2
Parte 4:
Morre, estúpido, morre...2